segunda-feira, 18 de julho de 2011

Homofobia nas Igrejas e Suicídio

Um comentário:

Carina Gonçalves disse...

Penso que deveria ajudar mais apenas passando adiante a experiência que tive sobre o tema, mas ainda não encontro palavras ou coragem para algo tão profundo como o que esta mãe iniciou. Sinceramente não sei o que os pais passam, mas entendo perfeitamente o que os filhos sentem para chegar neste ponto de dor e sofrimento... pais ou filhos, somos todos seres humanos dotados de inteligência e sentimentos e capazes de enxergar um pouco além do que as convenções ditadas por igrejas ou sociedades!