sábado, 22 de novembro de 2014

Diálogo fraterno


Diálogo no Facebook com alguém angustiado com o sentido da sua existência e que tem dúvidas sobre a sua missão na Terra.

- O que vc pode observar em mim. Dizem que sou médium

- Todos somos médiuns e donos do nosso próprio destino. A missão dos médiuns é ajudar o próximo dando de graça o que recebeu gratuitamente.

- Hum, mas eu sofro e sofri muito na vida. Ninguém me ajudou.

- O sofrimento faz parte da missão. É um treinamento para compreender o sofrimento dos outros. Só quem sofre pode medir um sofrimento alheio.

- Sim. Obrigada

-Nunca espere ajuda. Ajude sempre.

- Ok

- Paz e luz na sua tarefa.

- Difícil

- Facilidade só trás problemas.

- Será?

- Dificuldade trás soluções e forças.

- Meu Deus. Faça, por favor, uma vibração de paz para mim

- Sim, vou orar por você. Todos precisamos orar por nós e pelos outros.

- Amém

sábado, 1 de novembro de 2014

Memórias de um Suicida em radionovela.

A conhecida obra sobre o suicídio, da médium e escritora Yvone Pereira  tem versão em radionovela adaptada por Paulo César Jordão Figueiredo. São 61 capítulos muito bem articulados por falas descritivas, monólogos e curiosos diálogos reportados no livro que deu origem ao CVV .

A produção com dezenas de atores foi feita pela Fundação Paiva Neto (Boa Vontade) e custa 29 reais. Uma curiosa epígrafe religiosa sobre o tema ilustra a capa do DVD:

"Naqueles dias os homens buscarão a morte e não a acharão; também terão ardente desejo de morrer, mas morte fugirá deles". Apocalipse, 9:6.

 Ouvindo a radionovela e comparando com a adaptação do texto original. 

Ouvimos os capítulo e verificamos cada detalhe correspondente do livro. Interessante é a forte presença de elementos da educação iniciática oriental na colônia espiritual Burgo Esperança. As técnicas de prospecção e cura mental aplicadas por mestres hindus e seus discípulos são destaque na recuperação dos internos em rigorosa abordagem de reeducação. Os internos são vistos e tratados como criminosos de alta gravidade. Os obsessores de alta periculosidade (também suicidas e influenciadores de suicídios) são resgatados e encarcerados e sob intensa vigilância, para receber tratamento e persistentes aulas de reforma íntima. Um determinado Espírito com essas características já estava sob vigilância e tratamento há quase um século do tempo terrestre, antes de ser devolvido para as provas da carne. A obra foi produzida nos anos 1930 e só veio à público em 1955, por recomendação dos mentores espirituais, período que coincidiu com a publicação da série André Luiz (Chico Xavier), seguindo mesmo estilo de revelações.