segunda-feira, 26 de dezembro de 2016

Fundação do Posto do CVV em Santos, 1979



Formação do comitê para fundação do posto do CVV de Santos em 1979. A reunião aconteceu na rua Evaristo da Veiga, 266 com a presença de membros dos postos Abolição (Capital) e Santo André; e voluntários de Santos e São Vicente. Dessa reunião surgiu o Centro Fraterno de Amizade de Santos-CEFAS, entidade mantenedora do Programa CVV. O posto funcionou provisoriamente com sala e telefones cedidos pelo Lar Espiritual Seara de José até ser transferido para o Centro de Cultura de Santos. A primeira turma de voluntários realizou seu treinamento nesse endereço formando um grupo de 70 plantonistas, incluindo este que vos escreve.
Fotos: Elodia Varconte e Lorival Blanco.

segunda-feira, 12 de dezembro de 2016

Homens de fé e coragem



Quando as religiões se desviam das suas raízes e compromissos, engessando instituições e escravizando consciências, também surgem os que questionam os dogmas, restabecem os princípios e reconduzem-nos à Verdade. Com a intenção de matar suas ações e ideias, todos eles foram acusados de traidores, hereges, suicidas e endemoniados. É claro que não foram apenas Paulo,Huss,Lutero e Kardec, porém eles representam todos os que ousaram desafiar os sistemas dominantes indicando novos rumos para as crenças e concepções de mundo.



sábado, 10 de dezembro de 2016

18 anos de ecumenismo e diversidade na TV



Este ano o programa universalista Fronteiras da Ciência, do apresentador Jadir Albino, completou 18 anos na emissora da Universidade Santa Cecília, em Santos. É um conhecido espaço para a difusão do livre pensamento, das pesquisas metapsíquicas, curas alternativas e principalmente das diversas concepções humanas e visões de mundo. Foi nesse programa que difundimos as nossas primeiras obras e ainda continuamos sendo gentimente convidados pelo apresentador para divulgar as nossas atividades e novos projetos. Longa vida, paz e prosperidade ao Fronteiras da Ciencia e a Santa Cecília TV.

SANTA CECÍLIA TV. É possível ver pela internet :
http://santaportal.com.br/fronteirasdaciencia 

Batista Cepelos confessa o suicídio no Parnaso Além-Túmulo



O poeta que foi o pivô de uma famosa tragédia paulistana e que inspirou, juntamente com Francisca Júlia, criação do CVV. Essa história está resumida nos livros "Como Vai Você" e "Estação Amizade". No "Parnaso Alem-Túmulo" (1935), Cepelos confessa o suicídio. Exemplar de Ivan Almeida.



GOMIDE, 57 ANOS. CEPELOS, 43 ANOS. SOPHIA, 22 ANOS.

"Mortos quase na mesma época, Francisco de Assis Peixoto Gomide (1849-1906), Sophia Nunes Gomide (1884-1906) e João Batista Cepelos (1872-1915) são três almas ligadas entre si pelo destino e pela mesma tragédia. Peixoto Gomide era um político de alto prestígio – tinha sido presidente do Estado (antigo cargo de governador) e, na época, presidente do senado estadual; e Batista era seu filho, que tivera com uma escrava da família no tempo da juventude".

FRANCISCA JÚLIA, 49 ANOS

"Outra relação próxima e remota com o CVV foi o caso de Francisca Júlia , que morreu de tristeza profunda no dia após do velório do seu marido, também em São Paulo. Francisca Júlia da Silva (1871-1920), era poetisa parnasiana. Ela e Cepelos, que também era parnasiano, nasceram quase na mesma época sendo, portanto, da mesma geração. Nasceram com diferença de dois anos e morreram com intervalo cinco. Provavelmente se conheciam e frequentavam os mesmos eventos sociais do gosto dos literatos. Mesmo não tendo contatos pessoais, os dois eram figuras conhecidas do meio artístico paulista e carioca".

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

Por que os jovens estão se matando

Crianças e adolescentes constroem suas existências baseadas no comportamento dos adultos. 
Vivemos uma época na qual todos as questões e conflitos humanos, antes escondidos, vieram à tona. A Era dos Segredos, das dissimulações e das subjetividades foi assaltada pela Era da Transparência. 

Não é mais possível esconder nada. Tudo é público e notório. Todas as nossas ações são expostas à céu aberto e seriamente observadas nas redes sociais.  É uma nova realidade na qual é necessário ser muito autêntico para sobreviver.  Todas as nossas formas de crer e de agir por meio de máscaras e explicações racionais, não servem mais, pois logo somos denunciados.

Somando a isso, temos uma sociedade altamente tecnológica e competitiva, que reduziu muito a nossa estabilidade e zonas de conforto. Tudo é muito solto e efêmero: os empregos, as relações sociais e afetivas, e sobretudo as certezas.

Ansiedade, pânico, depressão e finalmente o suicídio tem sido a resposta humana dos que não se adaptam a esse novo mundo externo que os empurra para as tormentas íntimas do mundo interno.

É preciso, então, acertar os relógios atrasados e encontrar um Norte para essa bússola confusa e desorientada.






Observador no Fronteiras da Ciência


Falando abertamente sobre suicídio e sua prevenção no Programa Fronteiras da Ciência, na Santa Cecília TV. Uma das pautas foi o livro ESTAÇÃO AMIZADE, voltado para jovens e com download gratuito