domingo, 5 de outubro de 2008

Lincoln e Kennedy


Um caso de reencarnação ?


Essa lista de “coincidências” entre Lincoln e Kennedy , hoje publicada em vários idiomas, circula hà décadas e continua fascinando as novas gerações. Entre os espíritas sempre surge a velha questão: Kennedy seria a reencarnação de Lincoln? A semelhança de vocação, missão e provas entre os dois seria apenas fruto do acaso ou uma identificação natural de ideologias?
Um dado interessante é que , apesar de ter sido berço dos fenômenos espíritas no século XIX, com milhares de adeptos, o "spiritualism" nos EUA, como os britânicos, sempre teve dificuldades para aceitar a tese da reencarnação. Kardec afirmava que isso seria uma questão de tempo. Talvez uma das formas encontradas pela espiritualidade para propagar a idéia entre os norte-americanos foi a inspiração dessa curiosa conexão cármica entre os dois grandes líderes daquela nação.


“Veja quantas coincidências envolvem as vidas e as mortes dos ex-presidente americanos Abraham Lincoln e John F. Kennedy:

Ambos estavam comprometidos na defesa dos direitos civis.

Os nomes Lincoln e Kennedy têm sete letras.

Abraham Lincoln foi eleito para o Congresso em 1846.
John F. Kennedy foi eleito para o Congresso em 1946.

Abraham Lincoln foi eleito presidente em 1860.
John F. Kennedy foi eleito presidente em 1960.

As esposas de ambos perderam filhos enquanto viviam na Casa Branca.

A secretária de Lincoln, chamada Kennedy, o advertiu para não ir ao teatro.
A secretária de Kennedy, chamada Lincoln, o advertiu para não ir a Dallas.

Uma semana antes de Lincoln ser morto, ele estava em Monroe, Maryland.
Uma semana antes de Kennedy ser morto, ele estava em Monroe, Marilyn.

Ambos foram assassinados numa sexta-feira e na presença das esposas. Os dois foram baleados por trás com tiros na cabeça.

Lincoln foi morto na sala Ford, do teatro Kennedy...
Kennedy foi morto num carro Ford, modelo Lincoln...

Os nomes dos assassinos de ambos (John Wilkes Booth e Lee Harvey Oswald, respectivamente) têm 15 letras.

Booth e Oswald eram sulistas que apoiavam idéias não populares.

John Wilkes Booth atirou em Lincoln, saiu correndo de um teatro e foi apanhado num depósito.
Lee Harvey Oswald atirou em Kennedy, saiu correndo de um depósito e foi apanhado num teatro.

Booth e Oswald foram assassinados antes de seu julgamento.

Os sucessores deles, ambos chamados Johnson, eram democratas sulistas nascidos em Senate.

Andrew Johnson, que sucedeu a Lincoln, nasceu em 1808.
Lyndon Johnson, que sucedeu a Kennedy, nasceu em 1908”.

Nota do blog: relato de vidas passadas

Em certa ocasião, numa casa espírita em São Vicente (litoral paulista) presenciamos um cena impressionante de relato de vidas passadas e manisfestação da lei de causa e efeito. Durante a aplicação de passes magnéticos os médiuns relataram uma existência de um assistido , animando a personalidade de um líder tribal na África. Uma das cenas descritas por eles foi a cruel execução de um missionário protestante anglo-saxônico, amarrado e amordaçado sobre um grande formigueiro. O missionário tinha todas as características fisionômicas de John F. Kennedy, futuro presidente dos EUA, assassinado em Dallas. O assistido, estudioso do Espiritismo, era portador de faculdades mediúnicas e também vítima de constantes ataques de epilepsia.


Os funerais de Linconl e Kenenedy em 1865 e 1963

4 comentários:

Unknown disse...

Gostaria de adicionar o seguinte comentário, entidades secretas da qual Kennedy foi contra explicita e públicamente já governam o mundo a séculos. Existe a possibilidade dessas "coincidências" terem sido causadas de próposito pelo feito destas mesmas sociedades tais quais Illuminati e afins. Ainda porque 90% testemunhas do dia do assassinato de Kennedy disseram que ouviram múltiplos disparos e cheiro de pólvora em uma colina relativamente distande; longe do prédio do seu dito ''assassino''.

Anônimo disse...

Em algumas publicações espiritas encontramos que na verdade o assassino de Abraam lincoln seria no futuro John F. Kennefy. Lei da causa e efeito.
Seria
Oito importante rever alguns safos literários edpiritualistas.

Anônimo disse...

Concordo.

Lincoln foi assassinado por Kennedy.
Kennedy morreu pelas mesmas causas.

Lei de causa e efeito.

Anônimo disse...

Pode ser que Kennedy não era a reencarnação de John Wilkes, assassino direto de lincoln.

A tese de que Kennedy talvez não fosse a reencarnação de John Wilkes Booth(ASSASSINO DE LINCOLN), mas, com mais razão, a do então ministro da Guerra de Lincoln - Edwin Stanton - que é tido por historiadores como o homem que estaria por trás de toda a trama do assassinato do presidente.
REFERÊNCIA: http://www.grupodosoito.com.br/subpaginas/kennedy.htm